quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Ainda não temos fotógrafo oficial

A escolha do profissional de fotografia tem sido feita a passos lentos. Sábado passado, antes de ir para degustação, fui conhecer o trabalho de uma fotógrafa. O preço era convidativo, no entanto não me identifiquei nem um pouquinho com o trabalho dela. Sem profundidade, sem sombras, para mim sem vida. Não sei se o fato da mesma ser chinesa, conta nesse quesito qualidade. Mas, preconceitos à parte, prefiro pagar um pouco mais caro e registrar esse momento da forma que desejo. Fotografia é um item importantíssimo para mim, que amo e aprecio essa arte, talvez por isso eu esteja buscando com bastante cuidado, os trabalhos de fotógrafos que cobram a faixa de preço que podemos pagar. Porque e o problema não fosse esse, eu já teria escolhido a tempos. Hoje, quinta, 10 de setembro, em meio a correria das gráficas (um capitulo à parte!) consegui marcar um horário com outro fotógrafo, para semana que vem. Dessa vez já conheço um pouco do seu trabalho, através do site na Internet, mas nada como ir lá conhecer ao vivo o portifólio do profissional. Quero fotos assim, com sombras, luz, poesia....É querer muito?










2 comentários:

grieven_lion disse...

Oi Micheline!

Lá estou eu outra vez dando uma de bicão para não dizer marketeiro! Tem uma empresa de fotos q conhece bem o salão do Kolping! Nao sei se o preço é o q vc espera, mas pelo menos para mim... foi o melhor custo x benefíci!

www.videocolorstudio.com.br

Para variar, é ali perto tmb! Na Joaquim Nabuco!

Abs

Will

Micheline matos disse...

imagina! Suas diacas são ótimas, obrigada!Mi