terça-feira, 8 de setembro de 2009

Ainda sobre a degustação

Sábado, além de ter ido conhecer o trabalho de uma fotógrafa, foi dia degustação. Como não me alimento com nenhum tipo de carne, levei minha cunhada, madrinha e boa de garfo, Luciana, para provar os quitutes feitos com carne. Sei que na maioria dos buffets essa parte de degustação acontece antes do fechamento do contrato, no entanto lá no Kolping, onde iremos casar, muita coisa funciona diferente. Como as referências quanto ao serviço e a comida sempre foram bem positivas, não me incomodei de esperar quase dois meses para saber o gosto dos pratos que serão servidos durante a nossa festa.


Posso dizer que valeu a espera, estou bem segura de que nossos convidados serão bem alimentados com comida de primeira. Para quem gosta de carpaccio, minha cunhada garantiu que é um dos melhores itens. Eu amei os bolinhos de queijo e risoles de milho. Tudo fresquinho e inacreditavelmente sequinhos. Na hora de provar os doces, já estávamos completamente cheias, mas experimentamos todos.
No cardápio só um item não nos agradou. Os docinhos fondados. Lindos, decoradinhos, coloridos, mas de um artificialismo gritante. Pedi para substituir a beleza pelos docinhos tradicionais que todo mundo ama, como brigadeiros, casadinhos, beijinhos e uns doces caramelados incríveis. Saí de lá cheíssima, mas aliviada. Agora é esperar para ver. Sei que não falei quase nada sobre o que será servido, afinal é melhor ter algumas surpresas não?
P.S:Uma pena eu ter esquecido a câmera fotográfica para registrar mais esse momento dessa novela!

2 comentários:

grieven_lion disse...

Micheline...

Ainda bem q vc escolheu NÃO ter os docinhos do Kolping! Apesar de "como restaurante" ser ótimo os docinhos são tão... sem inspiração... hehehehe

Já foi na doceria Cristina ali mesmo na Vieira de Moraes (uns 3 quarteiroes para frente)... Apesar de não parecer, se vc falar com a Dona, ela faz o docinho (e bolo) q vc desejar!

Will

Micheline matos disse...

Eita obrigada pela dica!beijão,Mi